Campus Party MG – 2ª Edição – Pré-Venda #CPMG2 #CPUAI

De 31/10 a 05/11/2017 acontece em BH a 2ª edição da Campus Party MG. Eu já participei de outras edições da Campus Party SP, ano passado não fui na nossa de BH porque caiu bem na data do meu casamento.

O que é Campus Party?

Campus Party é a maior experiência tecnológica do mundo nas áreas de: Inovação, Criatividade, Ciência, Empreendedorismo e Entretenimento Digital.

Então, você que gosta de tecnologia, inovação, games, robôs e afins você pode ir porque você não vai se arrepender! A campus/feira tem palestras, workshops, oportunidade de novos negócios e networking para empreendedores, empresários, startups e etc…

Dia 21/07 inicia a pré-venda pelo site: www.minasgerais.campus-party.org a grade de palestras ainda não foi divulgada mas você pode passear pelo site e ver o que rolou ano passado. 😉

Se você não é de BH você pode fazer a sua caravana e vir com todos os seus amigos e acampar! =)

Para quem for campuseiro de primeira viagem, fique atento a todos os checklists que a Campus manda no email e fique de olho na # no Twitter porque lá sempre rola muitas promoções e informações úteis.
unnamed

Analytics do Instagram

Analytics do Instagram – Como fazer relatório e extrair dados valiosos

O Instagram, assim como o Facebook tem a opção de ter a conta comercial e a conta pessoal. Para as pessoas que tem a conta comercial, é possível ter acesso à alguns dados dentro do próprio app que irão te ajudar a fazer gestão de conteúdo e um planejamento mais estratégico para a sua marca.

Qual a diferença da conta pessoal para a conta comercial?

A conta pessoal é indicada para uso pessoal =) simples né? Mas é isso mesmo… Indicado para pessoa física que irá compartilhar fotos pessoais. Com a conta pessoal não é possível ter aceso aos gráficos de: visualizações do perfil, fotos mais curtidas, fotos mais comentadas, etc… Se você quiser saber esses dados  é possível com alguns apps e também com o mlabs, inclusive, no mlabs você consegue até fazer agendamento de postagem =)

Com este cupom você consegue usar o mlabs por 3o dias gratuito: MLABSSASADUTRA

A conta comercial é indicada para empresas, empreendedores e pessoas que usam a sua conta para algum tipo de negócio. A conta comercial é vinculada à uma fanpage do Facebook e o layout dela é um pouco diferente, debaixo do nome fica o “tipo” de conta que você possui.

 

Com a conta comercial você consegue fazer anúncios no Instagram, consegue te acesso a um gráfico com diversas informações dos seus seguidores e fotos postadas.

Como acessar o gráfico do Instagram: Clique nessas 3 barrinhas verticais:

Relatório no instagram

Na primeira página você terá acesso a alguns dados como: Impressões, Alcance, Visualizações e Cliques.

como fazer relatorio no instagram

Vamos falar sobre essa nomenclatura que costuma confundir muita gente:

Impressões: O número total de vezes que todas as suas publicações foram vistas. Isso significa: se uma pessoa vê uma determinada foto sua 5 vezes é contato como 5 impressões.

Alcance: O número de contas únicas que viram qualquer uma de suas publicações. Isso signfica: Se uma pessoa vê sua foto 5 vezes ela é contada como 1 única visualização.

Envolvimento: O número de contas únicas que curtiram, salvaram ou comentaram na sua publicação. Isso significa: No alcance e impressão só de ver a pessoa já era contada, aqui em envolvimento ela precisa tomar alguma ação: curtir, comentar ou salvar. Isso é contato 1 por pessoa.

Salvaram: O número de contas únicas que salvaram alguma publicação sua. Isso significa: pessoas que clicaram em salvar e não pessoas que printaram a sua tela. O ícone de salvar é esse abaixo:

Descendo a tela você terá informações sobre seus seguidores, clique em “ver mais” e tenha acesso aos melhores horários de postagem, melhores dias, faixa etária, gênero e localização.

instagram metricas seguidores instagram conhecendo seguidores do instagram

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O que fazer com esse tanto de informação? Depende do seu objetivo… Se você quer expor algum produto e quer que o máximo de pessoas saibam que ele existe as impressões e alcance são métricas importantes para você.

Se você deseja engajamento/envolvimento das pessoas com as suas publicações o envolvimento é uma métrica importante.  Então, você separa seu conteúdo por assuntos ou editorias, publique nos melhores dias e horários e fique de olho no gráfico pra você começar a ter uma ideia do que o pessoal “mais gosta”.

Ah! Ainda temos o Stories/Histórias no gráfico você consegue ver:

stories do instagram comercial

Impressões: O mesmo conceito de lá de cima.

Alcance: O mesmo conceito lá de cima.

Toques para avançar: O número de toques para ver a próxima foto ou vídeo. Isso significa: pessoas que pularam a foto ou vídeo antes dele acabar.

Toques para voltar: O número de toques para ver a foto ou vídeo anterior. Isso significa: pessoas que clicaram no canto esquerdo da história para ver o conteúdo anterior.

Saídas: O número de vezes que alguém saiu da sua história.

Respostas: O número de respostas a esta foto ou vídeo na sua história. Isso significa: as perguntas e mensagens que o pessoal deixa na sua história. Essa métrica aqui só funciona se você deixar essa opção disponível.

Bom, o post está ficando gigante… se você tiver outras dúvidas ou se quiser falar mais sobre isso deixe seu comentário.

=)

como criar grupo ou comunidade atraves de uma pagina no facebook

Como criar grupo ou comunidade no Facebook através de uma página

Existe um recurso muito legal no Facebook para as fanpages criarem os seus próprios grupos/comunidades através da própria página, sem precisar usar o seu perfil pessoal ou então vincular um grupo que você é administrador à sua fanpage.

Quando você cria um grupo/comunidade no Facebook através da sua página/fanpage você une um grupo de pessoas com interesse no seu produto/marca/serviço e pode fazer diversas ações de marketing dentro desse grupo, exemplo:

  • Você pode unir fã clube
  • Oferecer descontos exclusivos para quem está no grupo
  • Se a sua marca trabalha com público variado você pode criar grupos diferentes, exemplo: Moda Feminina, Moda Masculina e Moda Infantil
  • Notícia em primeira mão para quem participa do grupo

Entre outras ações…

A parte interessante do grupo é que dá aquela sensação de falar com as pessoas de forma mais “individual” e geralmente todas as pessoas participantes dos grupos recebem uma notificação a cada postagem realizada, então o engajamento/participação do seu público pode ser muito maior.

Vamos lá, como criar esse grupo através da sua fanpage ou como unir um grupo que você já é administrador na sua fanpage?

  1. Na barra de rolagem à esquerda você vai ver vários recursos da página e lá você vai encontrar o gruposcriar grupo no facebook
  2. Nessa parte você pode criar um grupo novo ou então adicionar algum outro grupo (relacionado à sua página) desde que você seja administrador.como criar grupo ou comunidade atraves de uma pagina no facebook
  3. Pronto! Não esqueça de sempre interagir com o seu grupo, essa é uma poderosa ferramenta de relacionamento. Crie enquetes, disponibilize cupons de descontos exclusivos, faça pré lançamentos e esteja sempre presente.

#Sasadica Marketing Digital para divulgação de shows e eventos

Marketing Digital e divulgação de eventos em redes sociais está muito além de criar um evento no Facebook, criar um banner e marcar mais 899 amigos. Se você faz isso pode parar porque tá feio e você será o próximo bloqueado da lista de muita gente, além de ser totalmente inconveniente.

O último evento que trabalhamos foi o Update Wedding que gerou números incríveis com a divulgação realizada nas redes sociais e imprensa em geral. O evento foi em BH mas o impacto foi nacional, recebemos inscrições de mais de 20 cidades de diversos estados do Brasil. Mas vou falar aqui sobre as  ferramentas de mídias sociais que usamos: vídeo, email marketing, anúncios no Facebook e Instagram, evento no Facebook, cobertura on line em 2 perfis e muito estudo e conhecimento do público alvo e para isso ter o suporte da realizadora do evento (Renata Lima) foi fundamental.

Vou deixar aqui alguns números que mostram como foi o nosso trabalho de uma forma geral:

Além disso, fizemos um levantamento de formadores de opinião e blogueiros para serem convidados para o desfile exclusivo da Camargo Alfaiataria que aconteceu dentro do Congresso e foi UM SUCESSO! 

Então, quero deixar essas dicas para você que quer divulgar seu evento utilizando as redes sociais:

  • Desenhe bem o seu público e o comportamento dele. Muito além de “homens e mulheres de 24-35 anos…” Veja onde ele está, o que ele gosta de fazer, quais são suas atividades do dia-a-dia, etc… Com esse mapeamento você consegue criar postagens que “conversa” com eles.
  • Se você sabe só impulsionar postagem recomendo que invista em um profissional para criar os anúncios para você. Sim, tem diferença de impulsionar post e criar anúncio segmentado com um objetivo específico da campanha. Um dos resultados mais valiosos nos relatórios dos anúncios do Update foram as pessoas que não conheciam o evento, eram fornecedores gerais (não eram cerimonialistas) e foram impactadas pelo anúncio.
  • Esteja ligado às novas mídias e se essas novas mídias se “conectam” com o seu público. Por exemplo, nós criamos um filtro no Snapchat exclusivo para o Update Wedding, mas só fizemos esse investimento porque sabíamos que uma boa parte dos congressistas usam Snapchat, criamos também o “crachá” onde as pessoas colocavam um selo de “Eu Vou” na sua foto de perfil nas redes sociais. Muita gente usou e a repercussão foi muito boa.
  • Conteúdo para redes sociais + Evento no Facebook. Faça e convide apenas pessoas que tem o perfil do seu evento, pode acontecer de um amigo conhecer alguém que tenha interesse, para isso, compartilhe o evento na sua timeline fale sobre a sua proposta e não force a barra convidando pessoas “nada a ver”. 😉

Veja como foi o congresso:

 

UW-4

[Trabalho em andamento] Update Wedding – 2016

Em 2016 o mundo casamento está cada dia mais presente na minha vida. Agora, além de ter um olhar profissional tenho o olhar de noiva e estou vivendo experiências incríveis sobre esse comportamento louco, frenético e cheio de emoções.

Este ano somos responsáveis pela comunicação da 2ª edição do congresso Update Wedding que acontece em Belo Horizonte nos dias 29, 30 e 31 de Agosto.

Estamos trabalhando no mercado de casamento há 3 anos e diferente do comum, o Update Wedding não é um congresso direcionado para noivas, e sim para fornecedores que buscam conhecimento e capacitação profissional.

O evento é realizado pela Renata Lima Eventos

Em uma outra oportunidade concedida pela Renata, palestrei no curso “Casamento Prático” em maio/2016, falei sobre “Gestão de redes sociais para fornecedores de casamento” o material apresentado está AQUI.

Sobre o Update Wedding:

Entre os dias 29 a 31 de agosto, a capital mineira recebe o “Update Wedding 2016 – Congresso Brasileiro de Empresas e Profissionais de Eventos”. O evento que será realizado no Amadeus Business Tower e é promovido pela empresa ‘Renata Lima Eventos’, contará com as personalidades Roberto Cohen, João Camargo, Lyana Azevedo, Elis Amâncio Karla Delfim, Jamila Santana, Grazielle Pinto, Thalita Lefér e Fernanda Macial.

De acordo com Renata Lima, idealizadora do encontro, essa é a segunda edição e há grandes expectativas. “Recebemos pessoas de diversos estados do Brasil que estão interessados nos temas que serão apresentados. Afinal, estamos diante do grande crescimento do mercado e precisamos estar atentos as novas tendências. Para se ter ideia, o último dado divulgado pela ABRAFESTA, o mercado de festas e cerimônias cresceu nos últimos anos e estima-se que tenha atingido R$ 16,8 bilhões em 2014. A Região Sudeste foi responsável por metade dos gastos com festas e cerimônia, com R$ 8,6 bilhões, seguido pelo Nordeste (R$ 3 bilhões), Sul (R$ 2,9 bilhões), Centro-Oeste (R$ 1,3 bilhão) e Norte (R$ 1 bilhão). Diante disso, precisamos estar preparados para gerar negócios e realizar sonhos”, ressalta Renata.

O congresso contará com uma programação com palestras e workshops para os profissionais participantes, além de um espaço interativo com a participação de fornecedores de diversas áreas de atuação para um momento networking no final dos dois dias. O interessado pode realizar sua inscrição até o dia 25 de agosto, pelo site http://www.updatewedding.com.br

Breve disponibilizaremos o clipping do evento.

😉

 

samantha dutra 2 palestra conectadas

Palestra – Conectad@as

No dia 10/11/2016 tive a honra de receber o convite do professor Gutenberg Almeida para palestrar no evento “Mulheres Conectad@as – Qual a visão delas sobre Marketing e Comunicação Digital”.

Levei o tema “Os desafios da mulher empreendedora entre tempo, espaço e produtividade” categorizados entre:

Tempo: hora de trabalhar, hora de buscar as crianças na escola, hora de cuidar da casa, etc… Pra quem trabalha em casa sabe que não é tão fácil separar um tempo para cada coisa.

Espaço: onde é o seu home office/ateliê? Sua empresa (você) precisa de um espaço para se dedicar aos seus trabalhos e você precisa “educar” a todos da sua casa que a partir do momento que você está ali você está trabalhando. Pode ser fácil para uns mas para outros…

Produtividade: eita… Aqui está o X a tão temida produtividade… O que é ser produtivo para você? Quantidade ou qualidade?

No nosso bate papo (e no slide) eu citei algumas ferramentas que podem nos auxiliar diariamente nesses desafios e dicas de leitura. Ao vivo com certeza foi falado mais coisas que no próprio slide, mas acho que o material pode dar um suporte legal.

Para quem tiver interesse, aqui no blog tem outras postagens sobre empreendedorismo e produtividade.

Após a apresentação deixei o link das outras apresentações que teve no dia.

😉

 

Iceberg do sucesso

Deixe o 9h às 18h de lado…

A mentalidade “09h às 18h”, a posição de funcionário são termos tão antigos e tão vivenciados… As palavras “colaborador”, “líder”, e “intra empreendedorismo” são usadas para um “efeito” empresa moderna e horizontal que vive estampadas nos sites, manuais e planos de negócio.

Vem cá, todo mundo sabe que na maioria das vezes isso não existe. Ok, você pode trabalhar em uma empresa foda (ou top) que tem puffs, sinuca, totó etc… Mas quando dá 17h50 de uma sexta-feira a mentalidade é outra.

Minha vontade de falar sobre isso veio depois dessa linda imagem compartilhada pelo querido professor Gutenberg, porque parece que eu vivo tudo isso do iceberg todos os dias da minha vida.

Iceberg do sucesso

Antes que venham com 78 pedras na mão, esse texto não é para incentivar os funcionários/colaboradores a trabalharem 12h/dia para o chefe/líder e sim para incentivar e trazer uma reflexão para quem tem um sonho/objetivo/meta de alcançar algo ou montar o seu próprio negócio.

A veia empreendedora e a vida pós “9h às 18h” faz você sair do trabalho e vender pirulito, bolo no pote e docinho no intervalo da faculdade, faz você chegar em casa ou ainda dentro do ônibus rascunhar um texto para o seu blog ou para o seu Likedin Pulse, faz você ter brilho nos olhos quando falam sobre um assunto que você é apaixonado e não cabe dentro de você tanta vontade de compartilhar aquilo com alguém (talvez essa seja a sua real paixão que pode ser transformada em um negócio).

Vida “9h às 18h” é tão chata para algumas pessoas… Você trabalha olhando toda hora para o relógio de ponto e quando dá 18h01 e alguém te pede uma coisa você balbucia “não estou mais no meu horário de trabalho”. Eu já ouvi isso inúmeras vezes… E conheço pessoas que gostam desse “espírito de funcionário”, pessoas que são acomodadas ganhando o salário delas que dá para pagar suas contas pessoais. Minha obrigação é respeitar essas pessoas que têm esse pensamento, mas a minha real vontade é dar uma sacudida nela e descobrir seus talentos rsrsrs…

A minha real pergunta é: Se esse ~funcionário~ não tem perspectiva de crescimento e gosta da zona de conforto onde ele estará daqui uns 5 anos? Vivemos em uma sociedade onde muitos aposentados dão um show em muitos jovens no quesito tecnologia, política e conhecimentos gerais.

Sabe de uma coisa que lembrei? O plano de carreira ou crescimento profissional não é responsabilidade do chefe/líder. Devemos parar com a mentalidade “9h às 18h” resmungando a falta de oportunidade e crescimento na empresa. Se o seu chefe/líder ainda tem mentalidade de chefe (aquele de antigamente) que não quer inovar, trazer novas propostas para a empresa ou para o ambiente de trabalho e se você sente muito incomodado com isso, amigo, seu lugar não é aí.

Mas Samantha, eu não tenho mentalidade de “9h às 18h”, não sou acomodado, gosto da “estabilidade” da empresa e não quero montar o meu negócio. Posso empreender?

Lógico!

Independente da área que você trabalha, seja ela comércio, indústria, serviço… Quando você começa a se movimentar o seu nome movimenta junto e você cria a sua marca pessoal. Quando você cria a sua marca pessoal você se destaca pelas suas competências dentro da sua empresa (e fora dela) o que aumenta consideravelmente a probabilidade de uma promoção ou um novo desafio em outra empresa.

Como fazer isso:

  1. Esteja atualizado com as novidades e tendência do seu setor
  2. Divulgue tudo que você faz – se sua rede social só tem foto de academia e do seu cachorro é assim que as pessoas vão ver você. Elas não fazem ideia do seu talento e potencial empresarial. Mude um pouco o seu comportamento nas redes sociais.
  3. Leia e estude muito! #Sasadica de livro: Personal Branding
  4. Tenha um Linkedin atualizado e faça publicações sobre a sua área de trabalho, sobre a sua visão sobre um determinado assunto ou até mesmo uma dica de leitura.
  5. Invista em networking! Compareça em eventos, encontros e cursos complementares da sua área e tenha sempre um cartão de visita no bolso. Relacione com pessoas do seu setor para abrir os seus horizontes.

Deixe as pessoas saberem que você não é um “9h às 18h”

Mexa-se!

necessidade desejo e demanda no consumo

Necessidade, Desejo e Demanda na vida, no consumo e no tempo.

Independente do que você faz na vida, a gestão do tempo e gestão financeira sempre será um desafio. Parece que quanto mais velho a gente fica mais devagar o tempo passa e mais depressa o dinheiro acaba.
Esses dias eu acordei com 3 palavrinhas ‘mágicas’ na minha cabeça, depois de uma noite que fui dormir com uma nota mental “preciso de tal coisa…” “queria aquela outra…” “tô precisando tanto de tal coisa…”
Se você está sonhando com alguma coisa que vai exigir do seu dinheiro tipo: comprar um carro, um apartamento, casar ou fazer um investimento na sua empresa, essas 3 palavrinhas precisam começar a fazer parte do seu cotidiano:
Necessidade, desejo e demanda! 
Hoje eu não vim trazer o conceito ou fundamento do marketing baseado nesses pilares. Eu vim falar da “necessidade, desejo e demanda” dentro da nossa realidade quanto a priorização das nossas tarefas e gastos (já que estou falando de dinheiro). Parece que a quando a priorização vira um estilo de vida sobra tempo e dinheiro (será?). Bom, eu acredito que sim.
Estou sempre lendo artigos e livros sobre produtividade e toda hora aparece a palavra “prioridade”, pelo menos umas 80 vezes. Tipo a receita de bolo para o sucesso sabe? “Se você quer ter sucesso, saiba priorizar suas tarefas”.
Então, acho que somos pessoas que não aprendemos ou não sabemos dar prioridade ao que tem que ser prioridade na nossa vida.
Vamos categorizar nossos gastos? Um exemplo bem bobo que pode variar de pessoa para pessoa:
Necessidade: água, luz, aluguel, internet…
Desejo (criado por nós e/ou pelos outros): carro, roupas novas e almoço em restaurante todo dia.
Demanda: TV a cabo, computador (ou seria necessidade?), microondas…
Se eu tenho um desejo de comprar um carro eu preciso cortar o resto dos meus desejos, demandar menos de outros custos e gastos para conseguir juntar o dinheiro e pagar as minhas necessidades básicas para viver.
Um exemplo bobo mas que se colocarmos em prática pode ajudar. Comigo foi assim:
Vou casar e meu dinheiro é prioritário para: minhas necessidades + casamento. Fim.
O que passar disso (lazer, burguer king, roupa nova etc…) é um desejo que está “ocupando espaço” e gastando o dinheiro que era para outra coisa…
Onde quero chegar?
Não perca o foco! Não vire um consumista inconsequente e seja sábio nas suas finanças. Para complementar, aqui eu te dou uma dica leve de fazer uma poupança e uma ferramenta para você conseguir categorizar seus custos e aqui dicas de produtividade.
encontro locaweb

#Sasadica 18º Encontro Locaweb – Cupom de desconto + sorteio

Oba! Nossa parceria com a Locaweb foi renovada esse ano =)

Então teremos:

  • Cupom de 50% de desconto para o 18º Encontro Locaweb (válido para as edições em todo Brasil).
  • Sorteio de entrada para a edição em BH.

O evento é muito bom para ter insights e fazer networking além de ter a presença confirmada de Martha Gabriel, Cid (Não Salvo), Renan Ranelli, Lúcio Cordeiro e Diego Eis.

Encontro locaweb

A 18ª edição do Encontro Locaweb contará com duas salas de conteúdo, uma votada para Marketing, Negócios e Inovação e outra, Desenvolvimento, além das áreas de desconferência.

O Evento terá duração de um dia, com duas salas simultâneas, áreas de descoferência no espaço de coffee break e palestras de grande relevância. Os temas abordados serão: tendências do mercado de internet, programação, negócios, empreendedorismo, ecommerce e outros.

Programação:

Sala Digital
08h00-09h00: Credenciamento
09h00-10h00: Fernando Cirne | Locaweb – Panorama do Ecommerce
10h00-10h30: Coffee break
10h30-11h30: Martha Gabriel – Growth Hacking: O que tem por trás das empresas do Vale do Silício
11h30-11h50: Felipe Schepers | Opinion Box: Inovação X Crise: as oportunidades disfarçadas em tempos difíceis
11h50-12h40: Lúcio Cordeiro | 99 Taxis
12h40-14h00: Almoço
14h00-15h00: André Siqueira | Resultados Digitais: Inbound Marketing: criando um processo sistemático para aquisição de clientes
15h00-15h50: a definir
15h50-16h20: Victor Popper | All In
16h20-16h50: Coffee break
16h50-18h00: Maurício Cid | Não Salvo – Desafio aceito: conteúdo viral a favor das marcas
18h00: Encerramento do evento

Sala Dev.
10h30-11h30: Renan Ranelli (Milhouse) | Xerpa – Adotando novas tecnologias: como não tornar o sonho em pesadelo
11h30-12h30: Éverton Ribeiro | Azuki – azk – Do GitHub ao deploy em poucos comandos
12h30-13h30: Daniel Lugondi | Locaweb
13h30-14h20: Almoço
14h20-14h50: Willian Molinari | Locaweb – Mesos, abstraindo seus recursos
14h50-15h20: Diego Eis | Locaweb – Perfil de desenvolvedor e organização de equipes
15h20-16h20: George Guimarães | PlataformaTec
16h20-16h50: Coffee break
16h50-17h50: Jean Carlo Emer | Globo.com
17h50 – Encerramento do evento

Data: 07 de abril de 2016

Local: Hotel Ouro Minas

Confira a programação completa e informações complementares AQUI

Para participar do sorteio e garantir o seu desconto é só preencher os dados da planilha logo abaixo:

 

como começar a empreender

Quer empreender? #Sasadicas para começar bem.

A dificuldade de empreender pode depender muito do ponto de vista de cada pessoa. O que é empreender para você? Das respostas mais comuns podemos citar:
– Trabalhar em casa.
– Ser dono do próprio negócio.
– Fazer o que eu amo e ainda ganhar dinheiro por isso.
Entre outras…

Eu sempre acho que a essência de empreender está dentro de cada um, e isso é trabalhado realizado durante a sua trajetória de vida.

Antes de pensar em “empreender” para trabalhar dentro do seu próprio tempo e gerindo o seu negócio, pergunte-se: “eu intra-empreendi?” Enquanto você estava nos seus outros empregos, inclusive aqueles fora da sua área de formação, você empreendeu? Você pensou em novas soluções, ideias, trabalhou em equipe e foi leal ao seu líder?

Na área da comunicação é muito comum encontrar pessoas que só reclamam do mercado, da falta de oportunidade e sempre falam da sua frustração de tentar empreender ou como alguns chamam: abrir um CNPJ.

Conhecendo histórias de outros empreendedores aprendi que não existe receita para o seu negócio dar certo, mas existe formas de não começar errado  e vou dar umas dicas que pode dar certo para o seu futuro como empreendedor:

  • Intra empreenda onde você estiver independente da área que você trabalha hoje,
  • Esteja com pessoas melhores do que você e aprenda com elas,
  • Tenha um líder ou inspiração/referência,
  • Antes de pensar em largar tudo para trabalhar em casa trabalhe o seu branding e/ou seu personal branding,
    Esteja presente em cursos de aperfeiçoamento e palestras (quem não é visto não é lembrado).

O seu sucesso e os novos clientes será consequência de todo o seu esforço e dedicação. Ainda reforço: não saia do seu emprego fixo se você não tiver certeza do que você quer para a sua vida.

Se você já deu esse passo de empreender e abrir o seu próprio negócio, quero deixar de dica alguns artigos e livros sobre produtividade, que é a outra etapa bem difícil do processo.

Livro: 60 estratégias práticas para ganhar mais tempo

Ferramentas:

Evernote

Asana

Todoist