Campus Party MG – 2ª Edição – Pré-Venda #CPMG2 #CPUAI

De 31/10 a 05/11/2017 acontece em BH a 2ª edição da Campus Party MG. Eu já participei de outras edições da Campus Party SP, ano passado não fui na nossa de BH porque caiu bem na data do meu casamento.

O que é Campus Party?

Campus Party é a maior experiência tecnológica do mundo nas áreas de: Inovação, Criatividade, Ciência, Empreendedorismo e Entretenimento Digital.

Então, você que gosta de tecnologia, inovação, games, robôs e afins você pode ir porque você não vai se arrepender! A campus/feira tem palestras, workshops, oportunidade de novos negócios e networking para empreendedores, empresários, startups e etc…

Dia 21/07 inicia a pré-venda pelo site: www.minasgerais.campus-party.org a grade de palestras ainda não foi divulgada mas você pode passear pelo site e ver o que rolou ano passado. 😉

Se você não é de BH você pode fazer a sua caravana e vir com todos os seus amigos e acampar! =)

Para quem for campuseiro de primeira viagem, fique atento a todos os checklists que a Campus manda no email e fique de olho na # no Twitter porque lá sempre rola muitas promoções e informações úteis.
unnamed

Analytics do Instagram

Analytics do Instagram – Como fazer relatório e extrair dados valiosos

O Instagram, assim como o Facebook tem a opção de ter a conta comercial e a conta pessoal. Para as pessoas que tem a conta comercial, é possível ter acesso à alguns dados dentro do próprio app que irão te ajudar a fazer gestão de conteúdo e um planejamento mais estratégico para a sua marca.

Qual a diferença da conta pessoal para a conta comercial?

A conta pessoal é indicada para uso pessoal =) simples né? Mas é isso mesmo… Indicado para pessoa física que irá compartilhar fotos pessoais. Com a conta pessoal não é possível ter aceso aos gráficos de: visualizações do perfil, fotos mais curtidas, fotos mais comentadas, etc… Se você quiser saber esses dados  é possível com alguns apps e também com o mlabs, inclusive, no mlabs você consegue até fazer agendamento de postagem =)

Com este cupom você consegue usar o mlabs por 3o dias gratuito: MLABSSASADUTRA

A conta comercial é indicada para empresas, empreendedores e pessoas que usam a sua conta para algum tipo de negócio. A conta comercial é vinculada à uma fanpage do Facebook e o layout dela é um pouco diferente, debaixo do nome fica o “tipo” de conta que você possui.

 

Com a conta comercial você consegue fazer anúncios no Instagram, consegue te acesso a um gráfico com diversas informações dos seus seguidores e fotos postadas.

Como acessar o gráfico do Instagram: Clique nessas 3 barrinhas verticais:

Relatório no instagram

Na primeira página você terá acesso a alguns dados como: Impressões, Alcance, Visualizações e Cliques.

como fazer relatorio no instagram

Vamos falar sobre essa nomenclatura que costuma confundir muita gente:

Impressões: O número total de vezes que todas as suas publicações foram vistas. Isso significa: se uma pessoa vê uma determinada foto sua 5 vezes é contato como 5 impressões.

Alcance: O número de contas únicas que viram qualquer uma de suas publicações. Isso signfica: Se uma pessoa vê sua foto 5 vezes ela é contada como 1 única visualização.

Envolvimento: O número de contas únicas que curtiram, salvaram ou comentaram na sua publicação. Isso significa: No alcance e impressão só de ver a pessoa já era contada, aqui em envolvimento ela precisa tomar alguma ação: curtir, comentar ou salvar. Isso é contato 1 por pessoa.

Salvaram: O número de contas únicas que salvaram alguma publicação sua. Isso significa: pessoas que clicaram em salvar e não pessoas que printaram a sua tela. O ícone de salvar é esse abaixo:

Descendo a tela você terá informações sobre seus seguidores, clique em “ver mais” e tenha acesso aos melhores horários de postagem, melhores dias, faixa etária, gênero e localização.

instagram metricas seguidores instagram conhecendo seguidores do instagram

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O que fazer com esse tanto de informação? Depende do seu objetivo… Se você quer expor algum produto e quer que o máximo de pessoas saibam que ele existe as impressões e alcance são métricas importantes para você.

Se você deseja engajamento/envolvimento das pessoas com as suas publicações o envolvimento é uma métrica importante.  Então, você separa seu conteúdo por assuntos ou editorias, publique nos melhores dias e horários e fique de olho no gráfico pra você começar a ter uma ideia do que o pessoal “mais gosta”.

Ah! Ainda temos o Stories/Histórias no gráfico você consegue ver:

stories do instagram comercial

Impressões: O mesmo conceito de lá de cima.

Alcance: O mesmo conceito lá de cima.

Toques para avançar: O número de toques para ver a próxima foto ou vídeo. Isso significa: pessoas que pularam a foto ou vídeo antes dele acabar.

Toques para voltar: O número de toques para ver a foto ou vídeo anterior. Isso significa: pessoas que clicaram no canto esquerdo da história para ver o conteúdo anterior.

Saídas: O número de vezes que alguém saiu da sua história.

Respostas: O número de respostas a esta foto ou vídeo na sua história. Isso significa: as perguntas e mensagens que o pessoal deixa na sua história. Essa métrica aqui só funciona se você deixar essa opção disponível.

Bom, o post está ficando gigante… se você tiver outras dúvidas ou se quiser falar mais sobre isso deixe seu comentário.

=)

#Sasadica Marketing Digital para divulgação de shows e eventos

Marketing Digital e divulgação de eventos em redes sociais está muito além de criar um evento no Facebook, criar um banner e marcar mais 899 amigos. Se você faz isso pode parar porque tá feio e você será o próximo bloqueado da lista de muita gente, além de ser totalmente inconveniente.

O último evento que trabalhamos foi o Update Wedding que gerou números incríveis com a divulgação realizada nas redes sociais e imprensa em geral. O evento foi em BH mas o impacto foi nacional, recebemos inscrições de mais de 20 cidades de diversos estados do Brasil. Mas vou falar aqui sobre as  ferramentas de mídias sociais que usamos: vídeo, email marketing, anúncios no Facebook e Instagram, evento no Facebook, cobertura on line em 2 perfis e muito estudo e conhecimento do público alvo e para isso ter o suporte da realizadora do evento (Renata Lima) foi fundamental.

Vou deixar aqui alguns números que mostram como foi o nosso trabalho de uma forma geral:

Além disso, fizemos um levantamento de formadores de opinião e blogueiros para serem convidados para o desfile exclusivo da Camargo Alfaiataria que aconteceu dentro do Congresso e foi UM SUCESSO! 

Então, quero deixar essas dicas para você que quer divulgar seu evento utilizando as redes sociais:

  • Desenhe bem o seu público e o comportamento dele. Muito além de “homens e mulheres de 24-35 anos…” Veja onde ele está, o que ele gosta de fazer, quais são suas atividades do dia-a-dia, etc… Com esse mapeamento você consegue criar postagens que “conversa” com eles.
  • Se você sabe só impulsionar postagem recomendo que invista em um profissional para criar os anúncios para você. Sim, tem diferença de impulsionar post e criar anúncio segmentado com um objetivo específico da campanha. Um dos resultados mais valiosos nos relatórios dos anúncios do Update foram as pessoas que não conheciam o evento, eram fornecedores gerais (não eram cerimonialistas) e foram impactadas pelo anúncio.
  • Esteja ligado às novas mídias e se essas novas mídias se “conectam” com o seu público. Por exemplo, nós criamos um filtro no Snapchat exclusivo para o Update Wedding, mas só fizemos esse investimento porque sabíamos que uma boa parte dos congressistas usam Snapchat, criamos também o “crachá” onde as pessoas colocavam um selo de “Eu Vou” na sua foto de perfil nas redes sociais. Muita gente usou e a repercussão foi muito boa.
  • Conteúdo para redes sociais + Evento no Facebook. Faça e convide apenas pessoas que tem o perfil do seu evento, pode acontecer de um amigo conhecer alguém que tenha interesse, para isso, compartilhe o evento na sua timeline fale sobre a sua proposta e não force a barra convidando pessoas “nada a ver”. 😉

Veja como foi o congresso:

 

Falta de Comunicação SOCIAL

No meu dia a dia com ciclos de palestras e cursos que participo sou bombardeada de informações como: ROI, aumento das vendas, lucros, alcançar clientes, campanhas de marketing, planejamento, gestão de crises, dentre outros termos digamos… “capitalistas” que visam lucro e VERY MONEY.

Na minha opinião isso torna a profissão (jornalista, publicitário, RP, marketeiro…) cada dia mais vaidosa, transformando alguns profissionais em “guru da comunicação” que cobram $500,00 para te dar uma informação ou não aceitam de jeito nenhum compartilhar conhecimento.

Por favor, não jogem pedras em mim!!! Precisamos SIM ganhar nosso dinh dinh, fazer valer a pena nossa faculdade, MBA e investimento que fazemos em cursos. Mais conheci um outro lado no “Seminário de Mídia Comunicação e Direitos Humanos

Eu nunca tinha participado de um evento que envolvesse Direitos Humanos, no primeiro momento achei estranho militantes criticando grandes mídias por não conseguirem apoio, divulgação de suas causas, notas, enfim… Pessoas ali que aparentemente (digo isso porque não conheço de perto o trabalho deles) querem apenas um espaço na “grande mídia” e não tem. Representantes de causas como: Pedofilia, TV Comunitária, Rádio Favela, e outras ONGS clamam por espaço. Por que não conseguem? Não sei! Essa é a minha dúvida. Não sei se existe envolvimento político ou se as “grandes mídias” realmente não ajudam porque não dão “lucro”.

Na oficina de blog que tivemos com Robson Sávio o representante da Associação dos Diabéticos de Belo Horizonte – ASSODIBELO perguntou: “Eu quero ter um blog, como faz? Paga? Quanto custa um blog?” Posso estar errada mais senti uma certa “necessidade” de investimento em profissionais da comunicação nas entidades que lutam por essas causas, “ah, mais profissional da comunicação é caro” é o que eu disse no começo do texto sobre a vaidade da profissão mais acredito que tenha sim profissionais / empresas que possam ajudar de alguma forma.

Eu abracei o projeto Proteja Seu Filho na Internet Gracielle Torres é fundadora do projeto conversamos bastante, e ela faz tudo sozinha!!! Fiquei impressionada com a disposição do coração dela pela causa, ela também não tem apoio das grandes mídias a não ser o facebook ela acredita muito no poder de influência das redes sociais (mais um motivo para eu me apaixonar pelo projeto).

Vou pesquisar mais sobre o assunto, mais ainda me questiono o motivo da falta do setor de Comunicação dentro dos projetos e a falta de apoio da mídia com algumas causas.

Quem quiser contribuir com o projeto Proteja seu Filho na Internet podem entrar em contato comigo.